Site para advogado: como usá-lo para prospectar clientes

Inúmeros advogados e escritórios de advocacia se consolidaram no mercado sem precisar usar a tecnologia. Porém, a realidade hoje é outra. Abrir mão de recursos como um site para advogado, ou ainda, deixar de investir em presença digital, são equívocos que custam  oportunidades para o advogado e seu negócio.

Atualmente, a maioria dos consumidores usa a internet para encontrar produtos e serviços e, quando falamos de serviços jurídicos, isso não é diferente. Foi-se o tempo em que indicações e uma boa reputação no mercado eram os únicos fatores que influenciavam o crescimento da cartela de clientes. Hoje, quem não usa ferramentas digitais para prospectar, acaba perdendo espaço para a concorrência.

Um site para advogado não é apenas um endereço do seu escritório na internet. Quando bem planejado e com um conteúdo estruturado, essa ferramenta pode contribuir para a prospecção, sem que o advogado precise fazer muito esforço. Para saber como usar um site para advogado para conquistar mais clientes, não deixe de conferir!

Site para advogado: por onde começar?

Hoje existem diversas plataformas para a criação de sites, tanto pagas quanto gratuitas. Da mesma forma, não faltam web designers especializados na construção de sites jurídicos. Por isso, independentemente dos recursos que o advogado tem para investir em um site, os caminhos são diversos e acessíveis para diferentes possibilidades de orçamento.

Contudo, quem pretende usar um site para advogado para atrair clientes, precisa ter mais do que um simples site no ar. É preciso estar atento a alguns detalhes. Design profissional, layout responsivo e conteúdo relevante para o seu nicho são aspectos que contribuem para que um site seja atraente, tanto para os mecanismos de busca (como o Google, por exemplo) quanto para os seus clientes.

Um site também precisa contar com recursos que servem para atrair tráfego e, principalmente, usuários que tenham o perfil de potenciais clientes. Ter uma página nas redes sociais e um blog jurídico atrelado a um site para advogado é essencial para garantir um fluxo de visitantes constante e consequentemente aumentar o potencial de prospecção.

Uma das grandes vantagens do marketing digital é que, usando as ferramentas certas, é possível monitorar todo o tráfego do seu site e o comportamento dos usuários. Através de recursos como o Google Analytics, por exemplo, é possível saber como os usuários chegam ao seu site, quais são os conteúdos mais acessados e os temas e assuntos que estão gerando maior interesse. Com essa ferramenta gratuita, o advogado tem ótimos dados para criar ações de marketing jurídico com foco em prospecção de clientes, tanto no ambiente online, quanto no offline, já que o Google Analytics também pode ser usado para compreender o comportamento de potenciais clientes.

Como prospectar clientes usando um site para advogado

Como explicamos no item anterior, um site para advogado é um elemento virtual estático. Isso significa que, se o site não conta com recursos e ferramentas para atrair visitantes, nem é otimizado para os mecanismos de busca, ele acaba sendo subutilizado.

Muitos advogados acreditam que ter um site jurídico apenas basta. Porém, quando não se investe em conteúdo, em layout e outros recursos para aumentar o tráfego, um site acaba servindo apenas como uma vitrine, mas não como uma ferramenta para atrair clientes. Para transformar um site para advogado em uma ferramenta de prospecção, é preciso realizar algumas ações.

Não publique conteúdo em duplicidade

Muitos advogados ainda têm o costume de publicar conteúdo e notícias de sites oficiais, como os do TJ, STF, Senado, Congresso Nacional, entre outros. Porém, para os mecanismos de busca, sites que não possuem conteúdo original e publicam conteúdo em duplicidade (copiam conteúdo de outros sites) são penalizados e não aparecem nas primeiras posições dos buscadores.

Como advogado, quantas vezes você foi até a segunda ou terceira página do Google procurando por uma informação, um produto ou serviço? A mesma lógica vale para o seu potencial cliente. Se o site do seu escritório não está aparecendo nas primeiras páginas do Google, muito provavelmente você está perdendo oportunidades de ser contratado.

Para fazer com que o seu site para advogado apareça nas primeiras posições do Google, é fundamental gerar conteúdo original com foco na sua audiência. Portanto, nada de copiar e colar conteúdo que já está sendo publicado por aí.

Crie conteúdo que solucione as principais dúvidas de seus potenciais clientes

Tanto um blog quanto uma página nas redes sociais possuem um papel importante no relacionamento com clientes e potenciais clientes. Antes de contratar um produto ou um serviço, é comum que o visitante entre diversas vezes em um mesmo site, buscando informações seguras e confiáveis que autorizem a sua compra.

Por esse motivo, é fundamental contar com canais de conteúdo que ofereçam informações interessantes e atrativas, levando o seu potencial cliente a evoluir na jornada da contratação dos seus serviços. O conteúdo tem um papel muito semelhante àquele primeiro contato que o advogado fazia com o seu potencial cliente para explicar quais seriam as medidas jurídicas para solucionar o caso.

O conteúdo jurídico não serve para oferecer uma assessoria jurídica gratuita. Pelo contrário. Ele serve para dar orientações básicas ao cliente, para que ele se sinta estimulado e confiante em entrar em contato com o seu escritório e, consequentemente, contratar seus serviços.

A criação de conteúdo pode ser feita tanto pelo próprio advogado quanto por um redator jurídico. O importante, no entanto, é que ele seja bem planejado e focado em responder as principais dúvidas de seus potenciais clientes.

Invista em otimização

Nem todos os advogados ouviram falar sobre SEO. Essa sigla, em geral, costuma gerar muitas dúvidas e até um certo receio de alguns profissionais. Porém, SEO não é nada de outro mundo. A sigla quer dizer Search Engine Optimization e nada mais é do que técnicas que auxiliam na visibilidade do conteúdo. Quanto melhor otimizado, mais chances do conteúdo aparecer nas primeiras páginas dos buscadores e, consequentemente, dar mais visibilidade a quem o publica.

Para conquistar o primeiro lugar nos buscadores e levar seu site para as primeiras páginas do Google, o advogado precisa ser estratégico. Isso porque, as chamadas palavras-chave jurídicas, ou palavras que são digitadas nos mecanismos de busca, estão cada vez mais concorridas, fazendo com que muitos profissionais precisem recorrer aos anúncios pagos.

O ideal é buscar palavras-chave que estejam relacionadas com as dúvidas e interesses dos seus potenciais clientes e possuam alta procura e baixa concorrência. Usando ferramentas como o Ubersuggest ou KW Finder, por exemplo, o advogado consegue encontrar essas palavras facilmente e utilizá-las tanto em conteúdos do seu site, quanto nos conteúdos do seu blog.

Um site para advogado é uma ferramenta dinâmica que tem um ótimo potencial para a prospecção de clientes. Mas para isso, é fundamental que o advogado cuide desses detalhes para garantir tráfego, boa experiência e acima de tudo inspirar confiança.

Gostou do post?

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Open chat